Projetos

Projetos

Programas Caminhas da Gestão Escolas

Por acreditar na escola pública como fator de inclusão e de desenvolvimento social, a ESPM e o Instituto JAMA uniram seus conhecimentos a fim de contribuir para qualificar a gestão no Rio Grande do Sul. O programa Caminhos da Gestão Escolar tem por objetivo qualificar os profissionais que atuam na gestão escolar, visando à melhoria dos indicadores educacionais.

A missão do Programa é desenvolver as habilidades e competências dos gestores educacionais de escolas públicas, relacionadas à inovação da gestão escolar, a fim de fortalecer as instituições e seus processos.

O programa consiste no desenvolvimento de uma pós-graduação em Gestão Escolar e em uma Incubadora Social Escolar, que oferece consultoria e assessoria técnicas para as escolas, envolvendo temáticas ligadas à gestão escolar.

Em 2014, foram realizadas 70 horas de consultoria para as 13 escolas participantes do Programa.

Dessa forma, busca-se contribuir com a Meta 16 do Plano Nacional de Educação (PNE), que visa formar, em pós-graduação, 50% dos professores da educação básica até o fim da vigência do Plano, além de garantir a todos os profissionais da educação básica a formação continuada em sua área de atuação, tendo sempre como foco de atuação do Programa a gestão escolar.

Com um histórico de três anos, o programa Caminhos da Gestão Escolar já formou 61 especialistas em Gestão Escolar, representantes de 29 escolas. Atualmente, conta com 28 alunos participantes, representantes de 13 escolas.

Pós-Graduação em Gestão Escolar

A terceira turma de pós-graduação em Gestão Escolar iniciou suas atividades em 2014. O curso, que conta com o apoio do Instituto JAMA, visa melhorar a gestão em Educação no estado do Rio Grande do Sul. Participam desta edição 13 escolas públicas estaduais, as quais indicam dois integrantes de sua diretoria. Também nesta edição abriu-se a possibilidade de ser indicado um professor considerado estratégico dentro da escola. Por meio desse curso, são beneficiados, sem ônus, escola, alunos e comunidade.

A primeira turma se formou em setembro de 2011; a segunda, em setembro de 2013; e a previsão de formatura da terceira turma é para setembro de 2015. As turmas foram compostas a partir de um rigoroso processo seletivo, do qual já participaram até hoje centenas de escolas estaduais.

Geração de Conteúdo

A área de Responsabilidade Socioambiental, além dos projetos práticos desenvolvidos, promove a reflexão da temática de responsabilidade socioambiental por meio da produção acadêmica, com geração de conteúdo e conhecimento, desenvolvimento de estudos de casos e de pesquisas científicas.

Núcleos e Áreas de Ações Sociais

Atuar conjuntamente é o pensamento e a atitude da ESPM Porto Alegre quando a questão é a responsabilidade social e ambiental. Seja por meio de de parcerias, seja com apoio direto ou indireto, os cursos e núcleos da Escola não só dão suporte aos projetos da Instituição, como, também, ajudam na disseminação do estímulo ao desenvolvimento de ações relacionadas às questões socioambientais. Assim, as empresas juniores e os cursos de graduação, pós-graduação e in company possuem suporte da área de Responsabilidade Socioambiental para o desenvolvimento de suas atividades

As Dez Causas

A ESPM tem várias iniciativas de impacto, que vão além de seus cursos de graduação, pós-graduação e atualização. Essas iniciativas estão agrupadas sob o guarda-chuva de Dez Causas abraçadas pela Instituição.

Há projetos e iniciativas a elas vinculadas, que vão desde projetos sociais até produção de conhecimento para aumentar a competividade das empresas brasileiras.

As causas abraçadas pela ESPM têm por objetivo ampliar sua atuação em ações de responsabilidade social e ambiental com inovação, como já é marca registrada e em responsabilidade corporativa.

Portanto, tem o objetivo de influenciar, não somente o ambiente interno da ESPM, mas, também, de criar e incentivar políticas públicas e ações concretas em campos em que, atualmente, a Escola já possui expertise e excelência. Essas causas são trabalhadas fortemente com todo o universo de relacionamento da ESPM. Isso quer dizer que alunos, professores, funcionários, sociedade civil, poderes públicos, empresariado, fundações e organismos nacionais e internacionais são envolvidos para fazer com que as ações tomadas hoje gerem as transformações esperadas para o futuro.

Entre as Dez Causas, coube à área de Responsabilidade Socioambiental da ESPM Porto Alegre ser a patrona da primeira causa, a da “Educação de Qualidade em Todos os Níveis”, a qual visa propiciar melhores condições de acesso, de alfabetização e de sucesso escolar para fazer da educação um forte pilar de melhora para a sociedade como um todo.

Relacionamento com o Mercado

O desenvolvimento do relacionamento da ESPM com o mercado, por meio de responsabilidade socioambiental, se dá por diversos stakeholders, entendidos como partes interessadas e públicos de interesse que impactam e são impactados pelas atividades da Instituição. Assim, a ESPM entende que se relacionar com organizações públicas, privadas e de sociedade civil é de fundamental importância.

Saber ouvir e conciliar as demandas dessas organizações constitui-se em desafios de responsabilidade socioambiental para a ESPM. A sustentabilidade reforça a condição de interdependência das organizações e a necessidade de repensar os processos de definição de estratégias a partir do diálogo com as partes interessadas, bem como a construção de projetos e ações que fomentem o trabalho individualizado e em rede.  Assim, no âmbito das atuais tendências de relacionamento, verifica-se a aproximação dos interesses da ESPM, dessas organizações e da sociedade, resultando em esforços múltiplos para o atendimento de objetivos compartilhados.

Projetos em Sala de Aula

Como o propósito da ESPM é o de estar constantemente disseminando o pensamento, o comportamento e a prática da responsabilidade social em todas as suas instâncias, em sala de aula, isso tem reflexos diretos e benéficos. Em disciplinas dos cursos de graduação, pós-graduação e extensão são desenvolvidos projetos acadêmicos de cunho social e ambiental. Os alunos têm como clientes sociais instituições para as quais são elaboradas atividades, sob orientação do professor, integrando a teoria e a prática. Além disso, no próprio currículo acadêmico, já é inserida a temática como disciplina a ser cursada. Reflexão e ação caminham juntas em prol da multidisciplinaridade e do conhecimento de realidades diferentes. A área de Responsabilidade Socioambiental está disponível para dar suporte direto ou indireto a todas as atividades acadêmicas desenvolvidas na Instituição.

Reveja suas Atitudes

A área de Responsabilidade Socioambiental promove essa campanha cujo propósito é o de estimular a conscientização dos professores, alunos e funcionários acerca da utilização de recursos, promovendo a reflexão sobre o impacto que o uso responsável causa ao meio ambiente. Sob o conceito de “Faça o melhor. Use a consciência. Reveja suas atitudes.”, o projeto consiste na adesivagem de impressoras, condicionadores de ar, computadores, interruptores de luz, entre outros itens, lembrando constantemente da necessidade de que cada um deve fazer sua parte na diminuição de impactos negativos ao meio ambiente.

Translate