O Planejamento Estratégico No Agronegócio

Aulas online ao vivo ou presenciais

Inscrições até: 23/6/2024

Selecione a opção do curso para continuar

Matrículas abertas no site até o dia 23/6/2024, ou enquanto houver vagas.

Matrículas abertas no site até o dia 1719100800, ou enquanto houver vagas.*

*A vaga no curso é confirmada com a compensação do pagamento.

O recebimento do certificado está condicionado à participação em pelo menos 75% da sua carga horária.

Na versão online o curso é totalmente ao vivo com o professor titular e, havendo interesse em revisar as discussões, as gravações das aulas serão disponibilizadas durante 10 dias, não gerando abono de faltas

sobre o curso

Descrição do curso

O POR QUE DA PRÁTICA DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NO AGRO NEGÓCIO? Qual a sua importância?
Na verdade, de qual conceito de Planejamento Estratégico estamos falando? Aquele mesmo, do século passado, de Michel Porter? Certamente não! Esse conceito evoluiu para o PENSAMENTO ESTRATÉGICO.

  • Qual seria então, o propósito do Pensamento Estratégico?
  • O Pensando Estrategicamente, pressupõe uma Organização em movimento constante, em prol das reflexões diárias para a tomada de decisões. Esse conceito, e suas práticas correspondentes, transformam tudo!
  • No entanto, para colocá-lo em prática necessitamos de um SONHO, um inédito e eficaz conceito. O qual, em essência esta preocupado com a reputação, com o Prestigio da Marca da sua empresa.
  • Será que necessitamos, mesmo, desta Metodologia?
  • Empresas de muito sucesso e de grande prestigio, não abrem mão, acredite!

Para quem se destina?

Membros familiares, com 18 anos mais, proprietários de empresas de médio e grande porte, Gerentes e Diretores de Empresas voltadas para o Agronegócio.

Programa

O que você vai aprender

  • Portanto, o que você irá aprender neste universo do Pensamento Estratégico?
  • Quais são, por ordem de importância, os principais Dilemas do Agronegócio e como superá-los?
  • A importância da prática do Pensamento Estratégico; e como implementá-la?
  • Como trabalhar o Conhecimento no Universo do meu negócio, com um olhar para dentro e fora da porteira?
  • Quais as vantagens de criar, desenvolver e implementar, Diferenciais Competitivos para a minha fazenda, para a minha empresa? Existe uma metodologia para isso?
  • A importância de gerar valor para a sua empresa! Como posso realizar este esforço?
  • Como planejar a Sucessão, no século 21, sem fazer muitas marolas?
  • O como conduzir o tema Gente/Gestão junto da Geração Y, Z?
  • A busca pelo aumento da Produtividade e consequentemente da Margem.
  • O como expandir a área Comercial?
  • É mesmo importante construir uma reputação, uma Marca de prestigio, para o a minha empresa
Objetivos específicos:
  • Os Dilemas e as Principais dores do Agronegócio no século 21, baseado em Estudo realizado em 2023 pela GROUND RG Consulting. Análise e reflexões.
  • Um olhar feminino, de natureza feminina, na Gestão das fazendas; por que elas estão, na maioria dos casos, caminhando de forma mais ágil? Mulheres já representam quase 30% dos gestores brasileiros!
  • Quais as principais resistências que encontramos no sentido de evoluir na Gestão e no consequente aumento da Produtividade?
  • Por que a maioria das Organizações prefere ficar na mesmice do Mercado?
  • São tantos sucessos, ano após ano, que nada nos impulsiona a pensar fora da caixa, no sentido de tornar nossas empresas entes perpétuos; isso faz mesmo sentido?
  • E a Sucessão está profissionalmente resolvida? Está sendo conduzida de acordo com novos métodos, mais adequados a realidade das relações sociais no século 21? Estamos respeitando a todos os familiares com práticas mais humanas e menos jurídicas? E como realizar, de maneira harmônica, essa transição? Sucessão e Governança no século 21 tem novo significado! Novas práticas! Agora valorizam, e muito, as relações humanas entre familiares em “prejuízo” do aparato jurídico institucional.
  • E os demais segmentos do Agro: Prestadores de Serviços, Indústria, Distribuidores, por que não agregar valor àquilo que produzimos? Por que, com raras exceções, temos que ficar atrás das empresas estrangeiras?
  • Quais seriam os pontos comuns, em termos de Gestão, entre FAZENDEIROS, INDÚSTRIA, FORNECEDORES DE TECNOLOGIA E SERVICOS, QUE NÃO ESTAMOS PERCEBENDO, e que poucos estão praticando? Não estamos Trabalhando o Conhecimento de forma sistemática em duas frentes: Gente/Gestão e Mercado latu sensu… Mas, já não somos os melhores e maiores do mundo? Agora não seria o momento para só repetir o modelo? Criar e desenvolver um método, objetivando aumentar ainda mais a produtividade, a margem, faz sentido nesses novos tempos? Por onde começamos?
  • Evolução na Estratégia Comercial, quais os espaços para crescer? De fato, no século 21, qual seria o novo significado, o novo conceito, da prática do Vender? Se é diferenciado, inovador, como devo alterar minha Estratégia de Vendas e a Politica Comercial? Atualmente só existem estes canais de venda? Podemos e devemos desenhar outros? Quais?
  • E a reputação de nossa Fazenda, Cooperativa, Indústria, Prestadores de serviço ao Agro, como construir Marcas de Prestigio? Construindo relações de confiança com os Clientes? Será?…No século 21, infelizmente, isso não é mais possível.
  • Análise SWOT dos vetores de oportunidades para elaborar a Estratégia de ataque, as Metas, os respectivos planos de ações e os indicadores de sucesso. Além do conceito do Sonho que substitui, no século 21, o Planejamento Estratégico de Michel Porter!
DIA 1 O POR QUE DA PRÁTICA DO PENSAMENTO ESTRATÉGICO NO AGRO NEGÓCIO? Qual a sua importância?
  • Na verdade, de qual conceito de Pensamento Estratégico estamos falando? Não seria Planejamento Estratégico?
QUAL SERIA O PROPÓSITO DO PENSAR ESTRATEGICAMENTE?
  • Um olhar feminino, de natureza feminina, na Gestão das fazendas; por que elas estão, na maioria dos casos, caminhando de forma mais ágil? Mulheres já representam quase 30% dos gestores brasileiros!
  • Quais as principais resistências que encontramos na Empresa à esta Prática?
DIA 2
  • Por que a maioria das empresas prefere ficar na Mesmice do Mercado?
  • São tantos sucessos, anos após anos, que nada nos impele a pensar fora da caixa? Por quê? A Cultura do erro e da tomada de riscos!
  • Por que não agregar valor àquilo que produzimos?
  • Por que, temos que ficar atrás das empresas estrangeiras? Muitas vezes, apenas copiando suas práticas?
  • Qual o ponto comum, em termos de Gestão, entre fazendeiros, indústria, prestadores de Serviços, Tecnologia, que não estamos percebendo? E que poucos estão praticando?
  • Não estamos Trabalhando o Conhecimento de forma sistemática em duas frentes: Gente/Gestão e Marcado latu sensu…
  • Mas, já não somos os melhores e maiores do mundo? Agora não seria o momento para só repetir o modelo?
  • Todos temos Clientes ou será que são fregueses? Isso importa? Qual seria o significado de vender no século 21? E as práticas correspondentes?
  • Concordamos que quanto mais Commodities mais estamos presos aos preços? Quanto mais na mesmice mais brigamos por preço? Como então, criar Diferenciais Competitivos objetivando agregar valor aos nossos Produtos e ou Serviços?
  • As empresas que beneficiam a soja, o amendoim, o algodão, o milho, o café/, etc…. e que se deram muito bem, devem pensar em entrar neste Mercado?
  • Como iniciar esse processo?
DIA 3
  • Aumentar a produtividade, a margem faz sentido nesses novos tempos?
  • Por onde iniciar, então: Aumento da Produção/Produtividade dentro e fora da Porteira?
  • Há novas linhas de força nas quais consigo evoluir? Alianças estratégicas com os vizinhos, com a Embrapa, com a Cooperativa, Fornecedores parceiros? Aquisição, Arrendamento, de terras com novas táticas e técnicas embarcadas? Expandir o significado e significância da Cooperação? Pensar na micro região como um todo? Agregar o Ecoturismo? Desenvolver um Campus avançado para Estudos de Ponta?
  • E o tal do ESG, do que realmente se trata?
DIA 4
  • Análise SWOT dos vetores de oportunidades para elaborar a Estratégia de ataque, as Metas, os respectivos planos de ações e os indicadores de sucesso.
  • Bom, se conseguimos aumentar o volume de produção e a Produtividade, onde vou vender isso tudo?
  • Como criar nichos mais rentáveis no mercado?
  • Nichos objetivando, lançar a “Ferrari” e conquistar mais margem com volumes menores, ou, vender muito mais pela mesma coisa, mas, pasmem, com margem maior?
  • Evolução na Estratégia Comercial: quais os espaços para crescer?
  • Sob a ótica do novo significado de Vender no século 21 inovador, como devo alterar minha Estratégia de Vendas, a Politica Comercial?
  • Atualmente só existem estes canais de venda? Podemos e devemos desenhar outros?
DIA 5
  • E a reputação de nossa Fazenda, Cooperativa, Indústria, Prestadores de serviço ao Agro, como construir Marcas de Prestigio? Construindo relações de confiança com os Clientes? Será?…
  • No século 21, infelizmente, isso não é mais possível! Então o que seria? Como atender a Clientes e, principalmente, não Clientes em um mundo tão líquido e escorregadio?
  • Especificamente para as empresas que orbitam o universo dos produtores rurais, as práticas e politicas de vendas são as mesmas para todos os clientes? Como podemos inovar, sabendo que existem diferentes padrões de comportamento entre eles?
  • E Gente, Métodos, Procedimentos? Como evoluir nas relações profissionais com as novas Gerações? Melhor continuar com a rotatividade de mão de obra atual? Seguiremos, mesmo, no modo Comando e Controle?
  • Sinais dos tempos indicam que é preciso refletir sobre isso! É imperativo sermos mais criativos e construtivos nas relações interpessoais.

Quando acontece?

Professor

Profissionais inspiradores que estão transformando o mercado

Dennis Giacometti

Certificado

Invista no seu futuro

Em até
x

R$

sem juros no cartão

Ou R$
a vista no boleto*, pix ou no débito.

* Forma de pagamento disponível para matrículas até cinco dias antes do início do curso. Após o prazo, será aceito apenas pagamento via cartão de crédito.

Desconto exclusivo para alunos e ex-alunos

20% de desconto

No valor integral do curso para alunos e ex-alunos da graduação e pós-graduação ESPM.

5% de desconto

No valor integral do curso para alunos e ex-alunos dos cursos de extensão da ESPM.

O curso poderá ser cancelado e/ou adiado caso não haja o número mínimo de estudantes inscritos que justifique a abertura do curso. O comunicado será enviado para o e-mail de cadastro com até 24 horas de antecedência do início do curso. 

Caso o estudante não concorde com o adiamento, deverá solicitar a transferência e/ou cancelamento junto a Central de Relacionamento através do e-mail  [email protected].

A ESPM não se responsabiliza por quaisquer valores que eventualmente tenham sido despendidos pelo participante, seja a que título for, tais como passagens aéreas, rodoviárias, combustível, hospedagem etc.

Caso haja desistência de participar de um curso, serão aceitos pedidos de transferência ou restituição do investimento apenas com 24 horas de antecedência do início do curso, através do e-mail  [email protected].

LOCAL

Onde o curso aconterá?

São Paulo – ESPM Tech

Rua Joaquim Tavora, 1240

Vila Mariana - São Paulo - SP

Pesquisa

Satisfação do egresso

Pesquisa do Egresso 2021 – Cia de Talentos

0 %

Eu indicaria minha universidade para um amigo ou familiar

(concordo parcialmente + concordo totalmente)

0 %

Me sinto qualificado para enfrentar os desafios do trabalho por causa do curso que faço/fiz na minha universidade

(concordo parcialmente + concordo totalmente)

FAQ

Perguntas frequentes

Ficou com alguma dúvida?
Dá uma olhada aqui.

O projeto inicia com a ênfase na aprendizagem baseada em competências com duas principais vantagens: por um lado, cria uma conexão direta entre a validação acadêmica dos estudantes e o processo de recrutamento e seleção de empresas; por outro lado, permite que os estudantes criem trilhas totalmente personalizadas, de acordo com seus interesses profissionais e demandas.

 

O estudante poderá cursar badges da ESPM individualmente (e.g. Badge de Design Thinking), tornando sua experiência de aprendizagem totalmente personalizada, self-paced e de acordo com sua realidade financeira ou momento de carreira. Também contará com os Combos ESPM, que são conjuntos de badges sugeridos pela ESPM para formações específicas (e.g. Pós-Graduação em Big Data ou Design de Inovação e Estratégia).

 

Nisso, o estudante se transformará no protagonista da sua própria Jornada ESPM com a missão de acumular o máximo possível de badges ao longo da sua jornada. Afinal, não há limites de badges a serem conquistadas no lifelong learning.

Badges são credenciais digitais rastreáveis que representam a conquista do estudante no desenvolvimento da competência que tal badge representa. Os badges, que possuem rastreabilidade pública e certificação da emissora, são a versão contemporânea dos tradicionais certificados.

 

Os certificados representam a completude de um estudante frente a uma proposta pedagógica em uma área do conhecimento (e.g. Gestão de Projetos ou Marketing Digital), enquanto os badges representam a proficiência de um estudante no desenvolvimento de uma competência específica, inserida em uma área do conhecimento (e.g. Design Thinking ou KPIs de Mídias Sociais).

Os badges ofertados passam por uma revisão de abordagem pedagógica e de estrutura tecnológica. Logo, apenas a aprovação nas ofertas disponíveis na seção de badges no site da ESPM são elegíveis para receber a credencial digital.

 

Mas fique ligade! Pois novas ofertas de badges são continuamente incluídas ao longo do ano.

Por enquanto, apenas as ofertas disponíveis na seção “Dynamic ESPM” do site fazem parte do portfólio, mas novas ofertas são incluídas durante o ano todo.

A certificação que a aprovação no curso oferece não possui validade. Porém, os pontos acumulados em cada badge possuem validade de 3 anos a partir da data de recebimento para serem utilizados no upgrade em certificações mais completas (vide questão “O que posso fazer com meus badges?”).

Quem viu este curso gostou desses também...

Acha que esse ainda não é o seu curso dos sonhos?
Sem problemas, dá uma olhada nessas opções.

Translate

According to your choice

[gtranslate]

Avise-me

SEED Program

ESPM, em parceria com a Gorom Association (https://gorom.org/en/), está promovendo uma colaboração acadêmica que visa a desenvolver habilidades de empreendedorismo social, liderança e comunicação intercultural, o que permitirá um aprofundamento da compreensão do desenvolvimento de negócios globais a quatro estudantes selecionados para participar do programa, que se iniciou em julho e culminará em uma apresentação de resultados em dezembro de 2023.

O programa deste ano envolve a preocupação com a revitalização da economia local no Japão, país que tem enfrentado o envelhecimento da sociedade e a baixa taxa de natalidade e que, juntamente com outros fatores econômicos, tem imposto muitos desafios para o desenvolvimento dos negócios. Na edição deste ano, os participantes serão divididos em quatro grupos de pesquisa, envolvendo os setores de saquê, vinho, joias e têxteis, para desenvolverem soluções de propostas concretas de negócios.

Para isso, ao longo de cinco meses do programa, os participantes serão capacitados por meio de aulas, debates, realização de pesquisas e orientações, a desenvolverem suas propostas. Essas atividades serão realizadas online, mas, ao final do programa, será realizado o Study Tour ao Japão, que oferecerá uma oportunidade para os alunos levarem as habilidades e conhecimentos que adquiriram e aplicá-los de forma prática.

Serão cerca de 12 dias, em que os estudantes finalizarão as consultas e as pesquisas de campo, conversarão com especialistas, produtores locais e líderes comunitários antes da apresentação de suas conclusões, em um “Pitch Final” aos empresários e outros stakeholders-chave na cidade de Yamanashi, em dezembro de 2023.