Transferências - ESPM
Transferências
Home Vestibular

Transferências

SOBRE O NOVO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIAS

Formato inovador e cheio de inusitude

Diante das mudanças no Vestibular ESPM, o processo de transferências também foi adaptado para um novo formato. Agora, ele acontece em duas etapas online, análise de documentos e redação, garantindo o bem-estar de nossos candidatos, uma avaliação mais humana e toda a excelência que temos em nosso DNA.

INSCREVA-SE

SÃO PAULO

Confira o que mudou:

1ª ETAPA

ANÁLISE DOS DOCUMENTOS

– Envio dos seguintes documentos obrigatórios:

Transferência Externa (entre faculdades): Carta de motivação; Histórico escolar com carga horária e médias; Conteúdo programático das disciplinas cursadas; Declaração de matrícula do período letivo 2020/1, com situação de regularidade do ENADE.

Transferência Interna (entre cursos e unidades ESPM): Carta de motivação.

– Verificação da possibilidade do candidato se adaptar ao currículo ESPM e em qual momento do curso poderá ingressar.

2ª ETAPA

REDAÇÃO ONLINE

– Escolha de um dos temas propostos no dia;

– Gravação de um vídeo de, no máximo, 3(três) minutos, explicando como a redação será feita, a estrutura, como abordará o tema e os principais pontos detalhados.

– A redação será escrita na caixa de texto do ambiente virtual e deve ter entre 300 e 400 palavras.

Quem pode participar do Processo de Transferência?

 

Estudantes que estiverem regularmente matriculados em cursos de graduação idênticos ou afins, no período letivo de 2020/1, e tenham cursado e concluído, no mínimo, uma série na sua instituição de origem. Para os cursos anuais, os candidatos deverão ter cursado e concluído o período letivo integral (ano inteiro).

 

Estudantes que estiverem com a matrícula trancada, desde que dentro do prazo de validade, e que tenham cursado e concluído, no mínimo, um semestre letivo. Em caso de curso anual, deverão ter concluído o período letivo integral (ano inteiro).

 

Estudantes que estudam no exterior estarão sujeitos às mesmas exigências descritas nos itens I, II e III do edital, e os documentos deverão ser traduzidos e juramentados para a língua portuguesa, além de ter de constar a apostila de Haia em cartório no país de origem ou visto consular para os países que não são signatários na convenção da apostila.

Translate