Acesso exclusivo para Estudantes e Professores
Translate

Mariana Ferraz Musse

woocommerce-placeholder

Doutora em Comunicação pela Universidade Pompeu Fabra (Barcelona, Espanha), título reconhecido no Brasil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestrado profissionalizante em Documentário e Sociedade (2012) na Escuela Superior de Cinema y Audiovisuales de Cataluña (ESCAC). Mestre pelo Programa de Pós Graduação da Faculdade de Comunicação Social da UFJF . Graduada em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2009). Docente da ESPM/RJ e da Estácio de Sá/RJ. Membro do Grupo de Pesquisa “Comunicação, Cidade e Memória”, Faculdade de Comunicação/UFJF. Foi professora substituta da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora (2014-2016). Criadora da Plataforma de Cursos Livres Itinerantes na área de narrativas visuais “Projeto Revoada” (2017-atual). Sócia Proprietária do Cartola Studio, studio de criação de vídeos (Atual). Em dezembro de 2016, teve contemplado para financiamento (através da Lei de Incentivo a Cultura Murilo Mendes) o documentário longa metragem “Sempre amor” (2018). Trabalhou como assistente de produção do programa “Santa Ajuda”, do canal GNT da Globosat (2014). Tem experiência profissional na área de produção, roteiro e assistência de direção para televisão, documentários e vídeos institucionais. Dirigiu quatro curta-metragens autorais: Firma (2010), Dulia (2011) – realizado com recursos do Prêmio Incentivo Primeiro Plano 2 – , Cuerpos Celestes (2012, ESCAC Films) e Jonathan (2014), financiado pela Lei de Incentivo a Cultura Murilo Mendes. Assistente de Direção e Pesquisa do Longa Metragem Sopro (2013), do diretor Marcos Pimentel e dos curtas A Poeira e o Vento (2011) e Século (2011), do mesmo diretor. Trabalhou como produtora de conteúdos audiovisuais da Secom (Secrataria de Comunicação da UFJF) por mais de um ano (2010-2012), trabalhando em contato com bolsistas e jornalistas do setor; produzindo conteúdos para rádio, TV e internet. Durante a faculdade participou como bolsista de iniciação científica BIC do projeto Televisão e imaginário urbano: as narrativas da cidade no espaço dos telejornais (2009) que resultou na produção do documentário Cidades Possíveis. Além disso, foi estagiária da SIRCOM (2008), empresa de comunicação, participou do treinamento profissional na Diretoria de Comunicação da UFJF (2007) e foi bolsista do Projeto de Extensão da UFJF, Escola do Espectador (2006).

Lattes

http://lattes.cnpq.br/2593427258734577

Translate

According to your choice

English English Español Español Français Français Português Português