ACESSO EXCLUSIVO PARA PROFESSORES

ACESSO EXCLUSIVO PARA ESTUDANTES

ESPM > Blog >

Conheça a faculdade de Relações Internacionais

O que se aprende? Para quem é indicado o curso? Onde é possível trabalhar? Coordenadora de Relações Internacionais da ESPM explica tudo  

A faculdade de Relações Internacionais não se destina somente a quem pretende trabalhar com comércio exterior, como acontecia antigamente. Hoje, a graduação forma profissionais capazes de lidar com mercados complexos, organizações civis, governos, empresas multinacionais e instituições internacionais. Para explicar tudo o que envolve esse curso, conversamos com Ana Regina Falkembach Simão, coordenadora da graduação em Relações Internacionais da ESPM em Porto Alegre. Confira tudo sobre o curso: 

 

Para quem é indicada a faculdade de Relações Internacionais? 

Pessoas que pretendem trabalhar como diplomatas corporativos e lidar com questões internacionalistas têm o perfil ideal para ingressar nessa faculdade. Ela forma profissionais para trabalharem em várias frentes e que, portanto, estejam dispostos a aprender sobre cultura, história, política, economia e sociedade em nível mundial. 

 

Quais as vantagens de se formar em Relações Internacionais? 

No mundo globalizado, há cada vez mais espaço para os internacionalistas trabalharem em organizações civis, instituições governamentais, em governos e empresas. Essa variedade de possibilidades se dá justamente porque a faculdade de Relações Internacionais da ESPM ajuda os profissionais a construírem um repertório consistente e diversificado. 

 

O que se aprende no curso de RI? 

A faculdade de Relações Internacionais oferece um repertório amplo e robusto. Na graduação, o aluno aprende micro e macroeconomia, economia e política externa nacional e internacional; direito internacional público e privado; conflitos e cooperação internacional; geopolítica e estudos culturais, políticos e econômicos regionais (América, Ásia, África, Oriente Médio, Europa); gestão de risco; negócios internacionais e marketing global. Como se vê, é um curso para pessoas que gostam de estar sempre bem-informadas e que buscam aprendizado constante. 

Grade curricular de Relações Internacionais 

Conheça as disciplinas dessa graduação na ESPM: 

Matriz curricular

Conheça todos os detalhes sobre o que você vai aprender:

O valor da hora-aula corresponde ao tempo de duração efetivo da aula, que é de 50 minutos.

Diurno

1° Semestre

– História das Relações Internacionais 

– Letramento Acadêmico Aplicado às RIS

– Ciência Política 

– Modelagem de Negócios 

– Temáticas de Ciências Sociais 

– Inglês I 

– Espanhol I 

– Regional Studies 1 – Américas 

– Geografia dos Negócios Internacionais 

– Fundamentos de Marketing 

– ESPM LifeLab I (Extensão – EAD) 

 
2° Semestre

– Teoria das Relações Internacionais 

– Direito Internacional Público e Direitos Humanos 

– Análise e Visualização de Dados 

– Microeconomia 

– Pesquisa de Mercado 

– Diplomacia Corporativa 

– Inglês II 

– Espanhol II 

– Regional Studies 2 – Europa 

– ESPM LifeLab II (Extensão – EAD) 

3° Semestre

– Organizações e Regimes Internacionais 

– Análise de Política Externa Brasileira 

– International Trade Law

– Macroeconomia 

– Marketing Estratégico 

– Regional Studies 3 – África 

– Finance Planning and Analysis 

– Eletiva 

– ESPM LifeLab III (Extensão – EAD) 

– Projetos de Cooperação Internacional

 
4° Semestre

– Economia Política Internacional

– Geopolítica 

– Sistemas Político e Econômico Brasileiros 

– International Marketing Planning 

– Gestão de Comércio Exterior 

– Inteligência Artificial Aplicada a Relações Internacionais 

– Regional Studies 4 – Ásia e Oceania 

– Eletiva 

– ESPM LifeLab IV (Extensão – EAD) 

5° Semestre

– Política Internacional Contemporânea

– Corporate Finance: Value Sustentability & Modeling 

– Políticas de Comércio Exterior 

– Comunicação Corporativa e Media Training 

– Instituições Políticas e Relações Governamentais

– Eletiva 

– ESPM LifeLab V (Extensão – EAD) 

 
6° Semestre

– Análise de Risco e Cenários em Negócios Internacionais 

– Financial Decision Tools and Modeling 

– Negociações Complexas e Gestão de Crise

– PGI I – Mapeamento Setorial e CGV 

– Estratégias Corporativas de Relações Governamentais e Institucionais 

– Global Marketing I 

– Eletiva 

– ESPM LifeLab VI (Extensão – EAD) 

7° Semestre

– Estágio Supervisionado 

– Internacionalização de Empresas 

– PGI II – Análise de Risco em Negócios Internacionais 

– Eletiva – Abordagem Pragmática de Relações Governamentais e Institucionais ou de Relações com Investidores

– Global Marketing II 

– Eletiva

 
8° Semestre

– PGI III – Estratégia de Internacionalização de Negócios 

– Eletiva – Abordagem Pragmática de Relações Governamentais e Institucionais ou de Relações com Investidores 

– Global Marketing III 

– Eletiva 

– Eletiva 

– Libras

Qual a duração do curso de Relações Internacionais? 

4 anos (8 semestres). 

 

O que faz quem se forma em Relações Internacionais? 

O internacionalista é um profissional com capacidade para analisar mercados de risco econômico e político, mapear possibilidades de acordos e parcerias internacionais com entidades públicas e privadas, mapear e gerenciar stakholders e cuidar da gestão de crises. De maneira geral, as áreas de atuação dos egressos da faculdade de Relações Internacionais são:  

 

Diplomacia Corporativa: que representa os interesses de uma empresa diante dos stakeholders, de outras corporações e dos governos. 

 

Paradiplomacia: consiste em trabalhar em órgãos federais, estaduais e municipais para acordos de investimentos internacionais ou na resolução de problemas comuns em diferentes cidades do mundo. 

 

Comércio Exterior: onde o internacionalista traça estratégias para as empresas a partir da avaliação de mercados e futuros cenários. 

 

Marketing Global: área importante para o planejar a inserção de uma empresa ou produto no mercado externo. 

 

 

Quanto ganha quem se forma em Relações Internacionais? 

 

Diplomata R$ 19.635 por mês 

Analista de comércio exterior R$ 4.021 por mês 

Analista de logística internacional R$ 5.238 por mês 

Professor universitário R$ 7.575 por mês 

Pesquisador R$ 4.670 por mês 

 

Fonte: Glassdoor. Salários médios no Brasil em julho de 2022. 

 



Núcleo de Conteúdo ESPM
Núcleo de Conteúdo ESPM
você também pode gostar:

Translate

According to your choice

[gtranslate]

SEED Program

ESPM, em parceria com a Gorom Association (https://gorom.org/en/), está promovendo uma colaboração acadêmica que visa a desenvolver habilidades de empreendedorismo social, liderança e comunicação intercultural, o que permitirá um aprofundamento da compreensão do desenvolvimento de negócios globais a quatro estudantes selecionados para participar do programa, que se iniciou em julho e culminará em uma apresentação de resultados em dezembro de 2023.

O programa deste ano envolve a preocupação com a revitalização da economia local no Japão, país que tem enfrentado o envelhecimento da sociedade e a baixa taxa de natalidade e que, juntamente com outros fatores econômicos, tem imposto muitos desafios para o desenvolvimento dos negócios. Na edição deste ano, os participantes serão divididos em quatro grupos de pesquisa, envolvendo os setores de saquê, vinho, joias e têxteis, para desenvolverem soluções de propostas concretas de negócios.

Para isso, ao longo de cinco meses do programa, os participantes serão capacitados por meio de aulas, debates, realização de pesquisas e orientações, a desenvolverem suas propostas. Essas atividades serão realizadas online, mas, ao final do programa, será realizado o Study Tour ao Japão, que oferecerá uma oportunidade para os alunos levarem as habilidades e conhecimentos que adquiriram e aplicá-los de forma prática.

Serão cerca de 12 dias, em que os estudantes finalizarão as consultas e as pesquisas de campo, conversarão com especialistas, produtores locais e líderes comunitários antes da apresentação de suas conclusões, em um “Pitch Final” aos empresários e outros stakeholders-chave na cidade de Yamanashi, em dezembro de 2023.