ACESSO EXCLUSIVO PARA PROFESSORES

ACESSO EXCLUSIVO PARA ESTUDANTES

Ana Paula da Silva e Sousa

Ana Paula Sousa

Doutora em Sociologia da Cultura pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Mestre em Indústrias Culturais e Criativas pelo King’s College (Londres).

 

Jornalista e Pesquisadora. Editora de cultura da versão impressa da revista Carta Capital, com reportagens e análises sobre o setor em veículos como Folha de S.Paulo, O Globo, Valor Econômico, Piauí e Filme B. É Autora do livro “O cinema que não se vê: a guerra política por trás da produção de filmes brasileiros no século XXI”.

 

Experiência na curadoria de festivais, como Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e “É Tudo Verdade”, em júris, e foi Parecerista do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Coordena o Fórum Mostra Internacional de Cinema de S.Paulo. 

Lattes

http://lattes.cnpq.br/1666354936621639

Translate

According to your choice

[gtranslate]

SEED Program

ESPM, em parceria com a Gorom Association (https://gorom.org/en/), está promovendo uma colaboração acadêmica que visa a desenvolver habilidades de empreendedorismo social, liderança e comunicação intercultural, o que permitirá um aprofundamento da compreensão do desenvolvimento de negócios globais a quatro estudantes selecionados para participar do programa, que se iniciou em julho e culminará em uma apresentação de resultados em dezembro de 2023.

O programa deste ano envolve a preocupação com a revitalização da economia local no Japão, país que tem enfrentado o envelhecimento da sociedade e a baixa taxa de natalidade e que, juntamente com outros fatores econômicos, tem imposto muitos desafios para o desenvolvimento dos negócios. Na edição deste ano, os participantes serão divididos em quatro grupos de pesquisa, envolvendo os setores de saquê, vinho, joias e têxteis, para desenvolverem soluções de propostas concretas de negócios.

Para isso, ao longo de cinco meses do programa, os participantes serão capacitados por meio de aulas, debates, realização de pesquisas e orientações, a desenvolverem suas propostas. Essas atividades serão realizadas online, mas, ao final do programa, será realizado o Study Tour ao Japão, que oferecerá uma oportunidade para os alunos levarem as habilidades e conhecimentos que adquiriram e aplicá-los de forma prática.

Serão cerca de 12 dias, em que os estudantes finalizarão as consultas e as pesquisas de campo, conversarão com especialistas, produtores locais e líderes comunitários antes da apresentação de suas conclusões, em um “Pitch Final” aos empresários e outros stakeholders-chave na cidade de Yamanashi, em dezembro de 2023.